A edição 2016 do Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal contou com a participação de 58 municípios, que concorreram com projetos em três eixos temáticos – Gestão Ambiental, Gestão da Saúde e Gestão Social. Os 15 finalistas foram selecionados com base em cinco critérios de avaliação, entre eles, o da abrangência do projeto, número de pessoas beneficiadas e a identificação dos recursos financeiros, humanos, físicos e administrativos aplicáveis ao desenvolvimento da prática.

Os projetos foram selecionados por uma comissão julgadora, formada por técnicos e especialistas nos três eixos temáticos. De acordo com o edital, após a seleção dos 15 finalistas, a próxima fase é a da visita dos técnicos para conhecer como funcionam os projetos, na prática.

Realizado, anualmente, o Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal é concedido às prefeituras que tiverem iniciativas de modernização nas áreas de meio ambiente, saúde e social.

Os projetos vencedores se tornam referência e inspiração para os outros municípios e ajudam a administração pública municipal na abertura de novas formas de gestão, sobretudo neste momento em que os gestores enfrentam intensa crise financeira.

Os vencedores do Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal – edição 2016 serão anunciados no dia 4 de maio durante o 33º Congresso Mineiro de Municípios. No evento, haverá, ainda, um estande dos finalistas com artesanato e comidas típicas de cada município.

Acompanhe aqui a galeria de fotos com os bastidores das visitas técnicas da comissão julgadora:


Gestão da Saúde – Finalistas: Andradas, Delta, Moema, Patrocínio e São Sebastião da Vargem Alegre.


Gestão Social – Finalistas: Andradas, Araxá, Jeceaba, Pará de Minas, Pirajuba


Gestão Ambiental – Finalistas: Corinto, Itaguara, Itaúna, Pará de Minas e Uberaba.